2021-09-24

Irmãos Gandum apresentam Amélia

Os autores/editores Henrique Gandum (co-argumentista e desenhador) e Duarte Gandum (co-argumentista), colegas do colectivo Tágide, lançaram recentemente um novo álbum da sua colecção Congo no 16º Festival Internacional BD de Beja.
O livro, Amélia: Uma História do Congo, que foi antecipado no final de 2020, fez um interlúdio na continuação da série, narrando uma aventura paralela da personagem Amélia, após os acontecimentos do vol.2, No Coração das Trevas (2019). Neste álbum, a enfermeira Amélia Valim é forçada a enfrentar os perigos que cercam o serviço missionário que integra, como também os fantasmas do seu passado.

Amélia: Uma História do Congo
, marca o início da parceria editorial entre a chancela Mudnag Edições dos irmãos Gandum, com a editora Ego, que passará a participar na publicação da série. E temos também a introdução de um novo talento além dos dois autores, com a ilustradora Margarida Matias, que assina a capa da edição.

Aqui fica o trailer promocional...


2021-09-16

Colecção de Autógrafos – Daniel Maia 2

Neste 2º punhado de autógrafos do autor Daniel Maia, encontramos tanto dedicatórias em álbuns como outra parte da sua colecção de artes originais e desenhos de festivais. Esta é a última partilha do Daniel, que não se assume como um “caçador de autógrafos...”

2021-09-15

Colecção de Autógrafos – Mário André 2

O 2º lote de autógrafos coleccionados pelo autor Mário André foca-se novamente em desenhos realizados num caderno de esboços, ao invés de em álbuns. Uma recolha de desenhos originais que põe os talentos nacionais na linha da frente...

2021-09-14

Colecção de Autógrafos – José Bandeira 2

Retomamos a partilha das colecções de autógrafos dos membros do Tágide com a 2a ronda de dedicatórias ao José Bandeira, de longe o mais dedicado “caçador de autógrafos” do colectivo. Estes autógrafos foram obtidos em diversos festivais de BD no país...













2021-09-09

Daniel Maia e Susana Resende apresentam Conan na 91ª Feira do Livro de Lisboa

Os autores Daniel Maia e Susana Resende, ilustradores na antologia Os Contos mais Épicos de Conan, do escritor Robert E. Howard, publicada pelo Grupo Saída de Emergência, vão estar na 91ª Feira do Livro de Lisboa no próximo 10 de Setembro, 6a-feira, para acompanhar o editor Luís Corte-Real na apresentação do livro (às 17h, no Auditório Nascente) e para oferecer autógrafos aos leitores (entre as 18h-19h no Pavilhão Saída de Emergência). Apareçam, por Crom!

2021-09-07

16º FIBDB – Apresentações e Autógrafos

No passado fim-de-semana, o colectivo Tágide marcou presença no 16º FIBDB/Festival Internacional BD de Beja através do lançamento do Outras Bandas #5, com representação pelos artistas José Bandeira, Yves Darbos e Maria João Claré e, a título pessoal, também com apresentações de obras autores por talentos associados ao grupo, nomeadamente com A Implosão!, de Mário André, e série Crónicas de Enerelis, de Patrícia Costa.
Aqui ficam algumas fotos das apresentações e dos autógrafos...

Muito obrigado ao Paulo Monteiro e restante equipa da Bedeteca de Beja pelas oportunidades prestadas e por todo o apoio!

2021-09-03

Tágide no 16º FIBDB

Entre 3 e 19 de Setembro, o Festival Internacional de BD de Beja irá realizar na Casa da Cultura a sua 16ª edição, que fora cancelada no passado ano devido a contingências de saúde pública. Com todas as cautelas possíveis, o FIBDB marca agora o arranque do ano cultural para o sector de banda desenhada portuguesa, sendo o primeiro evento do género em cerca de ano e meio, oferecendo 13 exposições e presença de inúmeros talentos da área, tanto portugueses como estrangeiros. Conheça o programa AQUI.

O Tágide marcará presença com o lançamento de Outras Bandas #5 – Heróis Portugueses, que reúne os 100 desenhos fan-art realizados naquela iniciativa, numa sessão coordenada pelo autor José Bandeira, que terá lugar na Bedeteca de Beja, no Sábado, 4 de Setembro, às 14h45.
No Domingo, 5 de Setembro, às 12h, o autor/editor Sérgio Santos irá lançar a antologia H-Alt #10, onde também colabora o autor Pedro Cruz; e às 16h, os autores Mário André e Patrícia Costa vão apresentar os seus respectivos álbuns, A Implosão! (Kustom Rats) e Crónicas de Enerelis: Vol.2 – Sangue (Maegis), por publicar em Outubro.

Por fim, no Sábado, 18 de Setembro, 16h, os colegas do colectivo Duarte e Henrique Gandum publicam o álbum Amélia: Uma História do Congo (Mudnag), assim encerrando o festival.

2021-09-02

Outras Bandas #5 – Heróis Portugueses [Tágide]

O colectivo informal Tágide faz uma fuga à regra na publicação do Outras Bandas, ocupando inteiramente este número com a compilação de Heróis Portugueses, a iniciativa que o grupo realizou durante o último ano e que visa celebrar as principais personagens da Banda Desenhada portuguesa e seus respectivos autores.

 
Zé Povinho, Quim e Manecas, Eternus9, Porto Bomvento, Salta-Pocinhas, Jim del Mónaco, O Corvo, Loverboy, A Pior Banda do Mundo e Dog Mendonça têm em comum ser alguns dos mais reconheciveis heróis da banda desenhada portuguesa. Mas o manancial criativo não se esgota nestas personagens, apesar da infeliz noção de que a BD nacional não é feita de heróis, mas de obras com protagonistas circunscritos à narrativa – o que não é verdade. Embora o mercado português seja limitado para o crescimento de grandes colecções, existem dezenas de criações originais e figuras lendárias adaptadas à BD, que desde há já um século vêm a caracterizar a nossa 9ª Arte
Foi para celebrar essas personagens e resgatar do esquecimento muitas outras, no processo homenageando os escritores e desenhadores, que o colectivo Tágide se desafiou a ilustrar 100 dos principais heróis da banda desenhada lusitana!

 
Os critérios passaram por seleccionar personagens clássicos, modernos e contemporâneos, e privilegiar o destaque a heróis de apresentação icónica e não tanto a protagonistas de novelas gráficas (razão pela qual ficaram de fora obras fundamentais como A Arte Suprema, Beterraba – A Vida numa Colher, Obrigada Patrão ou Tu és a Mulher da minha Vida, Ela a Mulher dos meus Sonhos, entre outras), e, tanto quanto possível, que figurem em várias edições, constituindo uma colecção ou sendo publicadas em vários títulos, reforçando assim a sua popularidade. Em certos casos, a escolha pelos autores foi também um factor. Os restantes – mas não menos importantes – 50 personagens àquem desta selecção, serão futuramente destacados numa 2a parte desta iniciativa.

O projecto contou com contributos pela quase totalidade dos membros do colectivo informal: António Coelho, Daniel Maia, Eduardo Martins, Filipa Lopes, João Raz, José Bandeira, Jorge RoD! Rodrigues, Maria João Claré, Mário André, Nuno Dias, Pedro Cruz, Patrícia Costa, Rafael Marquês, Sérgio Santos, Susana Resende, Shania Santos, Yves Darbos, e ainda o convidado especial, João Faial.
Outras Bandas #5 – Heróis Portugueses é uma edição independente sem fins lucrativos, respeitadora do Direito de Autor dos criadores aqui representados, e limitada a 40 exemplares, dos quais 30 cópias são reservadas ao grupo e 10 cópias são ofertas para bedetecas nacionais e internacionais, organizadores de festivais e críticos. O fanzine será disponibilizado online em formato e-book ou impresso a preço de custo para coleccionadores interessados.

 


Outras Bandas #5: Heróis Portugueses
(Tágide)
Autores: António Coelho, Daniel Maia, Eduardo Martins, Filipa Lopes,
João Faial, João Raz, Jorge Rodrigues, José Bandeira, Maria João Claré
Mário André, Nuno Dias, Patrícia Costa, Pedro Cruz, Rafael Marquês,
Sérgio Santos, Shania Santos, Susana Resende E Yves Darbos
Ilustração de Capa: Daniel Maia (des.) e Susana Resende (cor)
Edição/Produção: Daniel Maia e Susana Resende
Fanzine de Ilustração | 40p | Impressão Preto/Branco
1ª Edição: Agosto 2021 | 40 ex. | S/ venda ao público

2021-09-01

Tágide: Heróis XXVII

Encerrando esta epopeia criativa, o colectivo Tágide apresenta hoje as últimas três personagens de BD a que faz tributo na iniciativa Heróis Portugueses, encerrando assim este projecto inédito, que durante os últimos doze meses contou com a intervenção gráfica de dezoito dos artistas associados ao grupo.

O antepenúltimo herói é o pistoleiro Travis (ilustrado por Daniel Maia), de Jorge Magalhães (arg.), com Vítor Péon e Augusto Trigo (des.). O herói estreou-se com o nome Travers num conto ilustrado na revista Mundo de Aventuras Especial #1, em 1975, intitulado "Viagem Perigosa," com ilustração de Péon. O conto foi revisto para o #353 da mesma revista, com o título "Sendas Apaches", então com desenho de Augusto Trigo, sendo este o artista que adaptou a personagem à BD na história "A Sombra do Gavião", para a revista Mundo de Aventuras #369, em 1980.
A penúltima menção vai para
D. Paio e o Principezinho (ilustrados por Pedro Cruz), criado por Magalhães dos Santos (arg. do vol.1) e Carlos Grifo (arg. do vol.2), e Luís Correia (des.), em meados dos anos 60. Estes heróis chegam-nos pelos álbuns As Aventuras de D. Paio e o Principezinho e O Rapto do Embaixador, pela Hexágono Publicações.

E o último herói – mas definitivamente não menos importante, não fosse este uma das mais reconhecíveis personagens da BD portuguesa da actualidade – é o famoso O Corvo (ilustrado por Susana Resende), de Luís Louro, estreado em 1994 pela Asa Edições. O herói lisboeta re-emerge em 2003 com O Corvo: O Regresso e, em 2007, com O Corvo: Laços de Família, com argumento de Nuno Markl. E em 2020, o Corvo voa para a nova editora Ala dos Livros, que publica O Corvo: Inconsciência Tranquila, novamente com Luís Louro a solo, e O Corvo: Inimigos Íntimos, em 2021.
O herói surge também no álbum antológico
Sete Histórias em Busca de uma Alternativa, coordenado e escrito por Álvaro Áspera e Marta Portela, publicado em 2010 pelo GRAL, onde foi desenhado por Pedro Serpa.

Assim, concluímos a iniciativa
Heróis Portugueses e agradecemos o apoio de todos os fãs de BD que nos incitaram à façanha!
Se os seus heróis lusitanos favoritos não constam desta lista, agradecemos as vossas sugestões via email, comentário de blog ou redes sociais, e serão anotados para uma
2ª ronda em 2022!

2021-08-26

Tágide: Heróis Portugueses XXVI

Após mais um hiato de novidades, a iniciativa Tágide: Heroís Portugueses regressa para finalizar este projecto de celebração das principais personagens de banda desenhada da cultura Portuguesa. Com apenas um punhado de heróis em falta, que se contam pelos dedos de uma mãos, aqui apresentamos o penúltimo lote de figuras dos quadrinhos nacionais.

Começamos por Tónius, o Lusitano (ilustrado por António Coelho), criado por Fernando Tito (arg.) e José André (des.). O herói - inspirado em Astérix - estreia-se com A Truta de Ouro em 1972, na 2a série da revista portuguesa Spirou, sendo reeditada em 1984 no Jornal da BD. Esta aventura foi compilada em álbum apenas na Holanda e Finlândia. Em 1985, no mesmo título, surge Uma Aventura nas Astúrias, compilado pela Editorial Pública, e A Invasão dos Alfa, que foi compilado na Bélgica mas não em Portugal. Os dois álbuns seguintes foram iniciados mas descontinuados, devido a diferenças criativas. E segue-se outro bem tradicional retrato português, com o popular Zé Povinho (ilustrado por Susana Resende), por Rafael Bordalo Pinheiro. Embora seja discutível se o seu surgimento na revista A Lanterna Mágica #5, em 1875, possa ser considerado BD, pois embora os recursos narrativos sigam a linguagem da arte sequencial, também precedem a concretização desse modo narrativo numa arte em si própria, a presença da satírica personagem noutras obras reforça essa tese, sendo o próprio autor hoje considerado um pioneiro da banda desenhada em Portugal. Elevado a ícone do imaginário popular em periódicos como António Maria, O Mosquito e outros, o "homem do manguito" inspirou outro herói da BD, Zé Pacóvio, e tem sido recuperado por vários autores em títulos contemporâneos, tais como Henrique Monteiro (Henricartoon) no Diário de Notícias, o TLS em Os Filhos do Manguito, Artur Correia em História de Portugal em BD, entre outros.

A fechar, trazemos O Puto (ilustrado por Daniel Maia), criado por Fernando Lucas em 1994, na revista Art Nove #1, título no qual as aventuras futuristas deste jovem herói foram seriadas, sendo um capítulo desenhado por Rui Filipe. A personagem segue Lucas para o Estúdio Fantasia em 1995, figurando no Fantasia Estúdio: Portfólio. Desde então, o herói tem surgido em ilustrações avulsas e, com o recente retorno do autor à BD, irá em breve também regressar numa antologia comemorativa.

2021-08-21

Colecção de Autógrafos - Daniel Maia 1

Fechamos a 1ª ronda com um punhado de dedicatórias do autor/editor Daniel Maia, que não se assume como sendo “coleccionador de autógrafos. Por casualidade e em ocasiões oportunas, porém, acabou por reunir alguns autógrafos de colegas da área, ao longo dos anos a marcar presença em festivais. O primeiro autógrafo, pelo Luís Louro, marcou também a primeira ida do Daniel a um evento de BD...